Angola: João Lourenço assegura eleições gerais em 2022

O Presidente angolano, João Lourenço, garantiu neste sábado, 12 de setembro, a realização das eleições gerais em 2022. Segundo o próprio, o ciclo eleitoral estabelecido na Constituição de Angola será então cumprido.

O governante lembrou, em declarações à imprensa, que Angola realiza as eleições gerais a cada 5 anos. É através destas que é assim nomeado um novo Presidente da República e também deputados à Assembleia Nacional.

“O país entrou numa rotina em que, em cada 5 anos, faça sol ou chuva, haverá eleições gerais”, frisou.

João Lourenço foi igualmente questionado sobre a provável criação de uma Frente Patriótica, pela oposição política, para concorrer às próximas eleições gerais. Em resposta, afirmou que os partidos políticos estão no seu direito de “chamar os amigos e vizinhos” para ajudarem a derrotar o adversário.

Em relação ao adiamento das eleições autárquicas, que iriam ser efetuadas neste ano, voltou a dizer que o Conselho da República considerou não haver ainda condições para a realização das mesmas. Tal deve-se a algumas condições prévias não estarem totalmente finalizadas.

A título de exemplo, mencionou o registo eleitoral oficioso e o pacote legislativo autárquico, que estão por concluir.

O chefe de Estado sublinhou que “não há culpados” pelo adiamento do sufrágio. Tanto o Executivo como a Assembleia Nacional estão a trabalhar no sentido de reunir condições para que tal se realize, assegurou.

6 Comments

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Moçambique: FMI prevê elevado crescimento do crédito à economia

Moçambique: FMI prevê elevado crescimento do crédito à economia

O Fundo Monetário Internacional (FMI) estima um crescimento considerável do crédito à economia em 2023 para Moçambique.  Se isso se…
Angola: Governo entrega proposta do OGE 2023 até 15 de dezembro

Angola: Governo entrega proposta do OGE 2023 até 15 de dezembro

O Governo angolano assegurou nesta quinta-feira, 24 de novembro, que vai entregar a proposta do Orçamento Geral do Estado (OGE)…
Cabo Verde regista três casos da sub-linhagem da variante Ómicron “BQ.1.1”

Cabo Verde regista três casos da sub-linhagem da variante Ómicron “BQ.1.1”

Segundo a Ministra da Saúde de Cabo Verde, Filomena Gonçalves, desde o início de novembro houve um pequeno aumento dos…
Portugal reconhece qualificações académicas de 100 refugiados ucranianos

Portugal reconhece qualificações académicas de 100 refugiados ucranianos

A Direção-Geral do Ensino Superior (DGES) de Portugal já reconheceu as qualificações académicas de cerca de 100 cidadãos ucranianos desde…