Angola: João Lourenço cancela cumprimentos de fim de ano

O Presidente angolano, João Lourenço, decidiu que não irá haver no Palácio Presidencial a tradicional cerimónia de cumprimentos de fim de ano. Trata-se de um evento em que o chefe de Estado e a sua esposa, residentes do referido espaço, recebem entidades de diversos estratos da sociedade.

Segundo o “Club-K”, o motivo deve-se ao significativo aumento de casos de Covid-19 no país, e que atingiu também trabalhadores do Palácio Presidencial. Foram 25 os funcionários do gabinete do governante que o acompanharam na recente viagem ao Dubai e testaram positivo ao coronavírus no momento do regresso a Luanda. 

Como medida de prevenção, as autoridades do Dubai encerraram nesta semana o pavilhão de Angola na Expo 2020, uma vez que colaboradores da estrutura chefiada por Albina Assis Africano também testaram positivo. Tal aconteceu depois de terem recebido, a 22 de dezembro, a visita da delegação da Presidência de Angola.

Tendo em conta esta situação, João Lourenço ordenou a realização de testes em massa em Luanda, cujos resultados têm sido considerados alarmantes. Já o Dubai anunciou a não entrada no seu aeroporto de passageiros vindos de Angola.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin