Angola | Europa

Angola: João Lourenço discute alívio da dívida com homólogo francês

João Lourenço com Emmanuel Macron

O Presidente angolano, João Lourenço, falou nesta segunda-feira, 01 de junho, com o seu homólogo francês, Emmanuel Macron, sobre a questão do alívio da dívida aos países africanos e o interesse de Angola em aderir à iniciativa.

A informação foi divulgada, através de uma nota, pelo secretariado de imprensa do chefe de Estado angolano. No documento é referido que a conversa entre os Presidentes decorreu por telefone.

O tema da dívida dos países africanos conta com “uma iniciativa ao nível do G-20, com um papel muito empenhado da França”. João Lourenço manifestou a vontade de aderir a essa iniciativa, algo que tem feito também através de ações que estão a ser promovidas pelo Ministério das Finanças.

Os dirigentes falaram ainda sobre outros temas da atualidade, entre os quais o impacto da pandemia da Covid-19 na economia mundial e os reflexos em Angola, tendo o governante angolano mencionado os esforços do Governo para enfrentar o novo coronavírus e destacado igualmente a “resposta determinada da classe empresarial com o auxílio do Estado, para que a economia continue a funcionar e, sobretudo, seja diversificada”.

Foi ainda analisado ao telefone o contexto político da República Centro-Africana e o clima de instabilidade que se instalou na fronteira entre a República Democrática do Congo e a Zâmbia.

“Os estadistas defenderam a necessidade de se trabalhar para que se realizem no tempo certo as eleições previstas para a República Centro Africana e, em relação ao momento de tensão fronteiriça entre o Congo Democrático e a Zâmbia, manifestaram a esperança de que venham a ser coroadas de êxito as diligências que estão a ser feitas pelo mediador, o Presidente Denis Sassou Nguesso, do Congo”, lê-se ainda na nota.

Estava prevista a visita de Macron a Angola no passado mês de maio, mas a mesma teve de ser adiada devido à Covid-19.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo