Angola: João Lourenço ordena reapreciação da Lei Eleitoral

Presidente de Angola, João Lourenço

O Presidente angolano, João Lourenço, decidiu solicitar à Assembleia Nacional a reapreciação da Lei de Alteração à Lei Orgânica sobre as Eleições Gerais, para a reapreciação de algumas matérias.

A informação foi divulgada através de uma nota de imprensa da Casa Civil do Presidente da República. O objetivo da reapreciação de algumas matérias é reforçar em alguns domínios os instrumentos que assegurem uma maior igualdade entre os concorrentes, uma concorrência sã, além de lisura e verdade eleitoral, no quadro da permanente concretização do Estado democrático de direito.

Recorde-se que a decisão surge na sequência da recente aprovação pela Assembleia Nacional da Lei de Alteração à Lei do Registo Eleitoral Oficioso e da Lei de Alteração à Lei Orgânica sobre as Eleições Gerais.

O chefe de Estado promulgou a Lei de Alteração à Lei do Registo Eleitoral, depois da recepção do documento a 06 de setembro.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Moçambique: Assaltos a residências e violência sexual preocupam cidadãos de Pemba 

Moçambique: Assaltos a residências e violência sexual preocupam cidadãos de Pemba 

Apesar da frequente circulação de diferentes Forças de Defesa e Segurança nas principais avenidas da cidade, os munícipes de Pemba…
Angola: A Universidade de Coimbra organiza exposição integrada nas comemorações dos 50 anos do 25 de abril

Angola: A Universidade de Coimbra organiza exposição integrada nas comemorações dos 50 anos do 25 de abril

Uma mostra que reúne 50 capas dos jornais A Província de Angola, Diário de Luanda, Jornal de Angola, O Angolense,…
Moçambique: Tropas Sul-africanas da SAMIM iniciam retirada em Cabo Delgado

Moçambique: Tropas Sul-africanas da SAMIM iniciam retirada em Cabo Delgado

As tropas sul-africanas que integram a Missão da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral em Moçambique (Southern African Development Community…
“Nunca me senti um radical”, defende José Dias Fernandes, deputado eleito pela emigração na Europa pelo Chega

“Nunca me senti um radical”, defende José Dias Fernandes, deputado eleito pela emigração na Europa pelo Chega

José Dias Fernandes, de 65 anos, é empresário e está a estrear-se na Assembleia da República de Portugal como deputado,…