Angola

Angola: João Lourenço pondera decretar novo confinamento

João Lourenço

O chefe de Estado angolano, João Lourenço, declarou que em outros países está a acontecer um recuo nas medidas de desconfinamento devido à pandemia da Covid-19 e que, caso haja um descuido, “também pode acontecer em Angola”.

“Angola não é especial. Angola pode ser diferente, dependendo sempre do nosso comportamento, das nossas atitudes”, disse.

As declarações surgiram devido ao registo de 244 casos positivos no país, o que pode obrigar o Presidente da República a decretar novo confinamento de prevenção à Covid 19.

Tendo em conta a gravidade da situação, as autoridades angolanas, que inauguraram uma unidade de referência para apoio ao Hospital Pediátrico de Luanda no sábado, 27 de junho, estão a acompanhar a evolução da pandemia nesta estação de cacimbo, que revela diariamente números preocupantes.

De acordo com o governante, o alívio das medidas de prevenção e o combate da pandemia dependem do comportamento dos cidadãos. “Se o desconfinamento for paulatino e responsável, com responsabilidade dos cidadãos em continuarem a utilizar as máscaras, lavarem as mãos com frequência, manterem o distanciamento entre as pessoas, pode-se fazer o desconfinamento sem que haja o grande risco de aumentar os casos positivos, portanto, tudo depende de nós”, concluiu.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo