Angola: João Lourenço recomenda proibição de ofertas aos eleitores

O Presidente da República de Angola, João Lourenço, recomendou à Assembleia Nacional que fossem proibidas as inaugurações de empreendimentos e de obras públicas em tempo de campanha eleitoral, além de ofertas aos eleitores susceptíveis de configurar compra de voto. A informação foi partilhada pelo “Portal de Angola”. 

Trata-se de uma recomendação feita através de uma carta dirigida à Assembleia, nos termos da solicitação da reapreciação do Projecto de Alteração à Lei Orgânica sobre as Eleições Gerais. O documento foi lido pelo ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, Adão de Almeida. 

Para o chefe de Estado, a permissão de ofertas aos eleitores durante a campanha eleitoral é o mesmo que aceitar a possibilidade de subversão da verdade eleitoral. Como tal, prosseguiu, a verdade eleitoral, a transparência, a igualdade entre as candidaturas e a moralização da sociedade recomendam a proibição expressa de determinadas ações durante o período da campanha eleitoral. 

João Lourenço lembrou na missiva que o artigo 193, sobre corrupção eleitoral, enumera algumas condutas como ilícitos eleitorais, entre as quais a persuasão de alguém votar ou deixar de votar em determinadas candidaturas, a oferta ou promessa de emprego público ou privado, ou qualquer vantagem patrimonial aos eleitores. 

“Estou convencido de que alcançaremos níveis maiores de igualdade e de verdade eleitoral se durante a campanha eleitoral for retirada aos competidores a possibilidade de fazerem inaugurações de obras públicas (…), salvo naturalmente aquelas que podem ser consideradas inerentes às campanhas, como por exemplo a oferta de matéria de propaganda eleitoral”, pode ler-se.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Brasil: FMI anuncia previsão negativa para o crescimento do Brasil em 2022, apenas 0,3%

Brasil: FMI anuncia previsão negativa para o crescimento do Brasil em 2022, apenas 0,3%

O Fundo Monetário Internacional (FMI) derrubou as suas previsões de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil em 2022…
Moçambique: PM observa impacto da depressão tropical Ana em Nampula

Moçambique: PM observa impacto da depressão tropical Ana em Nampula

O primeiro-ministro moçambicano, Carlos Agostinho do Rosário, inicia nesta quarta-feira, 26 de janeiro, uma visita de trabalho à província de…
Cabo Verde: PAICV diz que falta de voos domésticas e custos elevados são grandes obstáculos ao desenvolvimento económico

Cabo Verde: PAICV diz que falta de voos domésticas e custos elevados são grandes obstáculos ao desenvolvimento económico

A declaração foi feita pelo porta-voz da Bancada parlamentar do PAICV, Walter Évora, durante a conferência de imprensa de balanço…
Angola: Governo aprova plano de endividamento para 2022

Angola: Governo aprova plano de endividamento para 2022

A Comissão Económica do Conselho de Ministros de Angola aprovou nesta terça-feira, 25 de janeiro, o Plano Anual de Endividamento…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin