Angola: Líder da CASA-CE garante coesão interna

Membros da coligação angolana CASA-CE

O líder da CASA-CE, Manuel Fernandes, voltou a assegurar que existe coesão interna na coligação, apesar das recentes “convulsões” que levaram à suspensão do partido Bloco Democrático. Recorde-se que essa formação política está focada em integrar a Frente Patriótica.

As afirmações foram feitas à imprensa nesta quarta-feira, 08 de setembro, após a chegada do dirigente a Malanje. Fernandes disse que a organização política está focada em aproximar-se da população para ouvir os problemas e fazer os possíveis para solucioná-los.

O objetivo, prosseguiu, é levar a cabo um programa nacional de mobilização que tem contribuído para o fortalecimento da CASA-CE, com foco nas eleições gerais. O sufrágio está marcado para 2022.

A agenda de trabalho de dois dias em Malanje inclui encontros com militantes da coligação e visitas a empreendimentos socioeconómicos, entre outras atividades.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Goa: Membro da Assembleia Legislativa junta esforços pelo meio ambiente

Goa: Membro da Assembleia Legislativa junta esforços pelo meio ambiente

Sankalp Amonkar, membro da Assembleia Legislativa de Goa, apelou a nove vereadores da Assembleia para se juntarem a ele na…
Angola considerado país "não livre" pela Freedom House

Angola considerado país "não livre" pela Freedom House

Angola está entre os países considerados “não livre” no respeito pelos direitos políticos e liberdades civis, de acordo com a…
Macau: Quase 26 mil não residentes foram contratados nos últimos 12 meses

Macau: Quase 26 mil não residentes foram contratados nos últimos 12 meses

Os dados divulgados, esta semana, pela Direção dos Serviços para os Assuntos Laborais, indicam que as empresas de Macau contrataram…
FMI prevê que economia de Timor-Leste deverá crescer 3,5% em 2024

FMI prevê que economia de Timor-Leste deverá crescer 3,5% em 2024

O Fundo Monetário Internacional (FMI) prevê que a economia timorense vá crescer 3,5% neste ano de 2024, de acordo com…