Angola: Líder da CASA-CE não vai “atirar a toalha ao tapete”

O líder da CASA-CE, Manuel Fernandes, garantiu que a coligação não vai “atirar a toalha ao tapete”, apesar dos maus resultados obtidos nas eleições gerais de 24 de agosto.

“Vamos ter que nos reiventar para aguentarmos este período que vai até 2027”, disse à “VOA”.

Recorde-se que a CASA-CE perdeu os seus 16 assentos parlamentares, o que significa que não tem qualquer representação no Parlamento. Os partidos integrantes da coligação vão ter “um encontro de reflexão” para avaliar “com realismo” onde falhou “do ponto de vista estratégico” e assim decidir “qual vai ser o rumo a seguir”.

Entretanto, partilhou Manuel Fernandes, a força política está a reunir provas para mostrar que foi afastada de forma fraudulenta e deselegante do Parlamento pela Comissão Nacional Eleitoral (CNE).

No entanto, o dirigente também reconheceu que a CASA-CE estava consciente de que a crise de liderança, que resultou no afastamento do líder-fundador Abel Chivukuvuku iria pesar nos resultados eleitorais. “Devemos reconhecer que as crises que tivemos nos levariam a um resultado não muito bem conseguido como desejaríamos, mas nunca a zero deputados”, concluiu.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Moçambique: Presidente de Quelimane promete pagar 13º mês de 2022

Moçambique: Presidente de Quelimane promete pagar 13º mês de 2022

O Presidente do Município da Cidade de Quelimane, na Província da Zambézia, Manuel de Araújo, prometeu, na tarde de 4…
Timor-Leste: PIB não-petrolífero subiu 3,9% em 2022

Timor-Leste: PIB não-petrolífero subiu 3,9% em 2022

O Produto Interno Bruto (PIB) não-petrolífero de Timor-Leste cresceu 3,9% em 2022, de acordo com os dados provisórios do Ministério das Finanças. …
Brasil: Polícia vai investigar Bolsonaro por crimes durante a pandemia 

Brasil: Polícia vai investigar Bolsonaro por crimes durante a pandemia 

O novo diretor-geral da Polícia Federal, Andrei Passos, disse que a corporação irá investigar eventuais crimes praticados durante o governo do…
Ucrânia: Economia caiu 30,4% devido ao conflito com a Rússia

Ucrânia: Economia caiu 30,4% devido ao conflito com a Rússia

A economia ucraniana baixou 30,4% em 2022. O motivo deve-se à invasão russa, iniciada a 24 de fevereiro.  Trata-se de uma…