Angola

Angola: Líder da UNITA defende que ex-militares devem ser valorizados sem distinção

Adalberto Costa Júnior

O líder da UNITA, Adalberto Costa Júnior, defende a valorização dos antigos combatentes sem distinção da filiação partidária a que tenham pertencido durante a luta para a libertação de Angola.  

“Não deve haver distinção entre os que trabalharam para a edificação deste país. Todos, independentemente da filiação partidária que tenham tido, deram o seu melhor para a emancipação de Angola”declarou em Luanda, quando discursava na abertura das comemorações alusivas ao dia das extintas FALA (braço militar da UNITA), que se assinala nesta sexta-feira, 24 de janeiro. 

O dirigente aproveitou a ocasião para valorizar a formação dos quadros para estarem à altura dos desafios atuais do maior partido da oposição no país. 

Quanto às atividades desenvolvidas após o XIII Ordinário da formação política, ocorrido de 13 a 15 de novembro do ano passado, em Luanda, referiu que considerava o balanço positivo.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo