Angola: Líder da UNITA fala de mudança de regime em 2022

A direção da UNITA declarou que é responsável por várias iniciativas que visam a formação de uma frente ampla, com diferentes forças política na oposição e com organizações da sociedade civil para tirar o MPLA do poder. 

presidente do maior partido da oposição, Adalberto Costa Júnior, apelou para a necessidade de mobilização dos familiares, amigos, colegas e irmãos da Igreja para que todos se juntassem aMovimento Nacional. 

“Vivemos tempos de inexistência de diálogo institucional, o que é muito mau. Nunca como hoje as instituições vocacionadas para o garante da democracia deixaram de funcionar”afirmou. 

Ainda de acordo com o dirigente, o mais visível dos escândalos deve-se à censura extrema e às tesouradas nos conteúdos dos órgãos de comunicação social públicos. 

Do seu ponto de vista, esses órgãos atuam como se fossem uma propriedade da organização política no poder, a quem é atribuído todo o tempo e toda a exclusão de visibilidade à UNITA e ao seu líder, violando assim a lei de imprensa e a Constituição da República de Angola.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Timor-Leste: Candidatos presidenciais assinam pacto da unidade nacional

Timor-Leste: Candidatos presidenciais assinam pacto da unidade nacional

A maioria dos candidatos presidenciais assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pacto da unidade nacional. O objetivo é assegurar a…
Cabo Verde: Brava anuncia formação gratuita em Marketing Digital

Cabo Verde: Brava anuncia formação gratuita em Marketing Digital

Já estão abertas as inscrições para uma formação gratuita em Marketing Digital na ilha da Brava, avança “A Nação”. Esta…
Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

O Governo ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que morreram 11 pessoas e centenas ficaram feridas durante um ataque russo…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin