Angola: Luísa Damião garante que não há perseguição a Isabel dos Santos

A vice-presidente do MPLA, Luísa Damião, garantiu que não existe qualquer perseguição política nem justiça seletiva nas ações contra os negócios da empresária Isabel dos Santos. 

A afirmação foi feita na cidade da Praia, em Cabo Verde, tendo a representante do partido no poder em Angola reiterado a opção pela luta contra a corrupção do chefe de Estado angolano, João Lourenço. 

“Não há perseguição política e nem justiça seletiva como alguns dizem porque a prática mostra todos os dias que nós estamos a combater vários focos de corrupção, não só na pirâmide, mas também na base”disse à imprensa, dando como exemplo a prisão de “alguns administradores que foram acusados de peculato e foram detidos, prova evidente que a justiça está a fazer o seu trabalho”. 

Quando questionada sobre relatos de que este combate está a provocar um certo mal-estar no seio do MPLA, respondeu que “a luta contra a corrupção não pode causar ruídos nenhuns por se tratar de um programa aprovado pelos próprios militantes” dessa formação política. 

“Fizemos isso com coragem e determinação por entendermos que havia males a combater. Aliás, o lema do nosso partido neste momento é melhorar o que está bem e corrigir o que está mal”frisou. 

Luísa Damião encontra-se atualmente em Cabo Verde para participar no congresso do partido cabo-verdiano PAICV, que se realiza neste fim de semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Cabo Verde interessado em consolidar desenvolvimento sustentável com Portugal

Cabo Verde interessado em consolidar desenvolvimento sustentável com Portugal

O primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, partilhou publicamente a vontade de consolidar o processo de desenvolvimento sustentável em Cabo…
Angola considera "excelentes" as relações com Portugal

Angola considera "excelentes" as relações com Portugal

O Ministério das Relações Exteriores de Angola afirma, através de uma nota de imprensa oficial, que as relações comerciais com…
Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

O Banco de Moçambique decidiu cancelar o registo de 15 operadores de microcrédito. Estes passam a estar assim proibidos de…
Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça acordaram que vão facilitar a emissão de vistos de curta duração, divulgou o Ministério dos Negócios…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin