Angola

Angola: Luther Rescova denuncia uso indevido do símbolo do MPLA

Sérgio Luther Rescova

O secretário provincial de Luanda do MPLA, Sérgio Luther Rescova, denunciou no sábado, 18 de janeiro, no distrito urbano do Zango, a existência de pessoas que fazem o uso indevido da bandeira do partido no poder para se apropriarem de terrenos em alguns municípios. 

A denúncia foi feita durante um acto de massa, que marcou a abertura das jornadas políticas e patrióticas da formação política nos distritos urbanos e comunas de Luanda. Foi essa ocasião que Rescova aproveitou para chamar a atenção para a necessidade de os militantes do MPLA deverem ser os primeiros a respeitarem as regras de conduta social exemplar e as leis do país. 

O responsável político garantiu que será reforçada a atribuição de cartões de militante, uma vez que existem muitos membros que continuam sem identificação, quando “ter o cartão do partido é um direito que as estruturas têm de garantir”. 

O membro do MPLA exortou os militantes e simpatizantes desta organização a terem uma conduta de respeito pelos adversários políticos, realçando que também os mesmos têm ambições. Como tal, disse ser importante que cada membro, militante e simpatizante tenha a capacidade de transmitir à população os objetivos do partido. 

“As nossas vitórias terão que ser sempre resultado do nosso trabalho preparatório. Vamos preparar-nos, organizar e lutar para vencer os desafios do presente e do futuro, sem nunca cantar vitórias antecipadas, mas fazer aquilo que sempre foi a matriz do trabalho do MPLA”, frisou. 

As jornadas foram abertas nesse dia e decorrem sob o lema “Meu CAP, Meu Partido”, visando a revitalização do MPLA, tornando mais ativos os trabalhos levados a cabo, a partir das estruturas de base, os vulgos comités de ação (CAP).

Angola

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo