Angola

Angola: Mais de 5.700 cidadãos regressaram durante a Covid-19

João Lourenço

O Governo de Angola anunciou nesta quinta-feira, 09 de julho, que já regressaram ao país 5.771 cidadãos angolanos desde o fecho de fronteiras. Entre eles, 2.158 vieram de Portugal.

Do total de 5.771 indivíduos, foram identificados 49 casos de Covid-19

Estes dados foram avançados pelo ministro de Estado e chefe da Casa de Segurança do Presidente da República e coordenador da comissão multissetorial de prevenção e combate à Covid-19, Pedro Sebastião.

De acordo com o governante, os restantes cidadãos vieram da África do Sul (1.470) e do Brasil (512), além de outras origens, como Namíbia, Zâmbia, Zimbabué, Índia, Turquia, Cuba, Rússia, República do Congo e República Democrática do Congo.

À exceção dos voos dos dias 17 e 18 de março, todos fizeram quarentena institucional. Tal foi feito nos centros de quarentena públicos, Calumbo 1 e 2, bem como em hotéis previamente selecionados pela comissão. Mais tarde foram submetidos a testes, onde se identificaram assim 49 casos importados.

Entre os positivos, 54% eram provenientes da Rússia, 37% de Portugal e 9% de outros países, como França, Espanha, Bielorrússia e Cuba, entre outros.

“Sabemos das dificuldades grandes que estão a passar nesses países, não estamos alheios, os dinheiros que se acabaram, etc. Temos procurado acudir, aqui e acolá, a situações menos boas que podem criar dificuldades aos nossos cidadãos”, sublinhou Pedro Sebastião.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo