Angola

Angola: Ministra da Saúde menciona sete novos casos suspeitos de coronavírus

Sílvia Lutucuta

A ministra da Saúde de Angola, Sílvia Lutucuta, informou nesta quinta-feira, 19 de março, que o país tem sete novos casos suspeitos de coronavírus (Covid-19). Em conferência de imprensa, explicou que os indivíduos fazem parte de um grupo formado por angolanos, portugueses e americanos.

A governante adiantou também que os suspeitos estão sob o controlo das autoridades sanitárias, tendo já sido testados e aguardando-se os resultados das análises laboratoriais.

Apesar de Angola não ter casos confirmados da doença com origem na China, considerada uma pandemia pela Organização Mundial da Saúde, o país tem desenvolvido ações de sensibilização e reforço das medidas de vigilância epidemiológica nos 32 pontos de entrada espalhados pelo território angolano.

As autoridades nacionais decretaram a partir desta sexta-feira, dia 20, a proibição de viagens aéreas, marítimas e terrestres de e para o país, durante 15 dias, como medidas de prevenção.

Entretanto, em resposta aos rumores de que há pelo menos um caso positivo em Angola, as autoridades vieram desmentir e dizer que não há qualquer indivíduo infetado. O diretor do Gabinete provincial da Saúde, António Cabinda, negou a existência de um suposto caso positivo, tratando-se alegadamente um cidadão de nacionalidade chinesa que se encontra internado no Hospital Geral de Benguela.

“A província continua até ao momento sem casos da pandemia do coronavírus e as autoridades estão a trabalhar ativamente em ações preventivas, no sentido de salvaguardar o bem-estar da população”, garantiu o também médico.

O novo coronavírus já infetou mais de 220 mil pessoas a nível mundial, das quais mais de 8.900 morreram. Das pessoas infetadas, mais de 85.500 recuperaram da doença.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo