Angola: Ministro das Relações Exteriores exonera Lima Viegas por denunciar irregularidades

O ministro das Relações Exteriores, Manuel Domingos Augusto, exonerou esta segunda-feira, 12 de novembro, o embaixador do quadro da carreira diplomática, José António de Lima Viegas, que desempenhava a função de Inspetor Geral do Ministério das Relações Exteriores (MIREX). O cargo foi atribuído a Mateus Barros José.

De acordo com o portal de noticias “Club-K”, as apurações feitas acerca desta exoneração concluíram que a mesma ocorreu devido a declarações feitas por parte do agora ex-Inspetor Geral do MIREX à Radio Nacional de Angola, na qualidade de Presidente da Associação dos Diplomatas de Angola (ADA), tendo manifestado a sua oposição pela maneira como as pessoas estão a ser escolhidas para missões diplomáticas.

Segundo o áudio das suas afirmações, que se encontra na posse do referido órgão de comunicação, José Lima Viegas reclamou as irregularidades existentes no concurso interno onde funcionários podiam escolher ir para determinado país, em missão de serviço, mas que terão sido preteridos por outros. O embaixador questionou os critérios de afastamento e apelou à impugnação do concurso para que fossem feitas correções.

Sobre esse mesmo concurso, Lima Viegas denunciou ainda ter havido indivíduos que saíram de terceiro secretário para primeiro secretário ou que saíram de primeiro secretário para ministro conselheiro sem que fossem obedecidos os critérios definidos pela lei. O ex-Inspetor Geral do MIREX terá acusado também a direção do Ministério de violar os princípios da carreira diplomática.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Guiné-Bissau: Governo extingue feriados nacionais e é acusado de violar a lei e a história

Guiné-Bissau: Governo extingue feriados nacionais e é acusado de violar a lei e a história

O Governo guineense através do Decreto nº 1/2023 de 19 de Janeiro determinou que 23 de Janeiro, outrora dia dos…
Moçambique: MONARUMO defende isenção do IVA para água e energia

Moçambique: MONARUMO defende isenção do IVA para água e energia

O Movimento Nacional para Recuperação da Unidade Moçambicana (MONARUMO) comentou a recente diminuição do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA),…
Angola garante usar 77% de energia renovável até 2027

Angola garante usar 77% de energia renovável até 2027

O chefe de Estado angolano, João Lourenço, assumiu o compromisso de o país usar 77% de energia renovável até 2027. …
Cabo Verde: Turismo e privatizações financiam fundo contra pobreza extrema

Cabo Verde: Turismo e privatizações financiam fundo contra pobreza extrema

O turismo e privatizações em Cabo Verde decidiram financiar o fundo MAIS, definido pelo Governo e criado com o objetivo…