Angola: MPLA admite “derrota significativa” em Luanda

O porta-voz do MPLA, Rui Falcão, assumiu uma “derrota significativa” do partido em Luanda, o que tem um “significado político expressivo”. Esse resultado vai ser “analisado com alguma particularidade”, partilhou.

As declarações foram feitas ao “Público” nesta quinta-feira, 25 de agosto, enquanto ainda estão a ser contabilizados os votos das eleições gerais, ocorridas no dia anterior. Com já cerca de 85% dos votos contados, o MPLA está à frente com 52,08%, seguido pela UNITA, com 42,98%.

Ainda sobre Luanda, Falcão culpa a “massa militante” pelo mau resultado. O MPLA alcançou cerca de quase 600 mil votos, um número significativamente inferior a um milhão da UNITA.

“O que é significativo é o volume de votos que podem, aí sim, beneficiar a oposição no que tem a ver com os mandatos de lista nacional”, concluiu. No entanto, garantiu que o resultado “não vai causar mossas” no partido, tendo este de “encontrar soluções” e trabalhar “no sentido de corrigir os erros que foram cometidos”.

“São situações internas, são questões de organização, de gestão interna do próprio partido, mas são coisas que vamos resolver nos próximos tempos”, finalizou.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Angola: UNITA promete mudanças na Lunda Norte

Angola: UNITA promete mudanças na Lunda Norte

O novo secretário provincial da UNITA na Lunda Norte, Francisco Cacoma, prometeu na terça-feira, 03 de janeiro, que vai adotar…
Moçambique: Presidente de Quelimane promete pagar 13º mês de 2022

Moçambique: Presidente de Quelimane promete pagar 13º mês de 2022

O Presidente do Município da Cidade de Quelimane, na Província da Zambézia, Manuel de Araújo, prometeu, na tarde de 4…
Timor-Leste: PIB não-petrolífero subiu 3,9% em 2022

Timor-Leste: PIB não-petrolífero subiu 3,9% em 2022

O Produto Interno Bruto (PIB) não-petrolífero de Timor-Leste cresceu 3,9% em 2022, de acordo com os dados provisórios do Ministério das Finanças. …
Brasil: Polícia vai investigar Bolsonaro por crimes durante a pandemia 

Brasil: Polícia vai investigar Bolsonaro por crimes durante a pandemia 

O novo diretor-geral da Polícia Federal, Andrei Passos, disse que a corporação irá investigar eventuais crimes praticados durante o governo do…