Angola: MPLA apela às populações para colaborarem na “Operação Resgate”

O secretário itinerante do Comité Provincial de Luanda do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), Bento Kangamba, assegurou esta quarta-feira, 07 de novembro, que o partido está empenhado na sensibilização das populações para que as mesmas colaborem com as autoridades na “Operação Resgate”, que teve início na terça-feira, dia 06, em todo o país.

Kangamba disse ao “PortalMPLA” que o partido não aconselha os cidadãos angolanos a acolherem estrangeiros ilegais nas suas residências, uma vez que existem condições criadas para que esses indivíduos sejam legalizados, podendo passar a exercer livremente as suas atividades em Angola. A “Operação Resgate”, que conta assim com o apoio do MPLA, tem como principal objetivo a reposição da autoridade do Estado angolano.

O secretário alertou ainda que os presidentes das comissões de moradores têm a obrigação de conhecerem bem as pessoas que vivem nas suas zonas, tendo relembrado que o acolhimento de estrangeiros ilegais prejudica o povo e que, por isso, é necessário combatê-lo.

Para Bento Kangamba, a Polícia Nacional está a fazer um bom trabalho. O representante do MPLA aproveitou para pedir publicamente ao povo angolano para que este colabore com as autoridades, em prol da segurança e tranquilidade para todos. “Ninguém deve fazer um aproveitamento negativo da referida medida, que visa melhorar o que está bem e corrigir o que está mal”, concluiu.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Guiné-Bissau: Governo extingue feriados nacionais e é acusado de violar a lei e a história

Guiné-Bissau: Governo extingue feriados nacionais e é acusado de violar a lei e a história

O Governo guineense através do Decreto nº 1/2023 de 19 de Janeiro determinou que 23 de Janeiro, outrora dia dos…
Moçambique: MONARUMO defende isenção do IVA para água e energia

Moçambique: MONARUMO defende isenção do IVA para água e energia

O Movimento Nacional para Recuperação da Unidade Moçambicana (MONARUMO) comentou a recente diminuição do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA),…
Angola garante usar 77% de energia renovável até 2027

Angola garante usar 77% de energia renovável até 2027

O chefe de Estado angolano, João Lourenço, assumiu o compromisso de o país usar 77% de energia renovável até 2027. …
Cabo Verde: Turismo e privatizações financiam fundo contra pobreza extrema

Cabo Verde: Turismo e privatizações financiam fundo contra pobreza extrema

O turismo e privatizações em Cabo Verde decidiram financiar o fundo MAIS, definido pelo Governo e criado com o objetivo…