Angola: MPLA comenta importância da visita de João Lourenço aos EUA

O Bureau Político do Comité Central do MPLA congratulou-se com a recente visita oficial do dirigente do partido no poder e também Presidente da República de Angola, João Lourenço, aos Estados Unidos da América (EUA).

Recorde-se que o governante angolano foi recebido na Casa Branca pelo homólogo norte-americano, Joe Biden, na passada quinta-feira, 30 de novembro.

Através de uma declaração política, o Bureau Político do Comité Central do MPLA disse considerar o encontro entre João Lourenço e Joe Biden um marco histórico nas relações entre os dois países, formalizadas em 1993.

Foi ainda mencionado no documento que a assinatura de vários acordos nesta jornada “profundamente distinta e simbólica” do Presidente de Angola aos EUA demonstra o pragmatismo, a flexibilidade e a abertura dos dois chefes de Estado para a cooperação em várias áreas de interesse económico.

“O Bureau Político do Comité Central, consciente da importância desta visita, reconhece que os progressos alcançados são um reflexo do trabalho contínuo e dedicado do MPLA para a melhoria da vida dos angolanos e a afirmação de Angola no palco internacional”, pode ler-se.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Angola presente em reunião de ministros do G20

Angola presente em reunião de ministros do G20

O ministro de Estado para a Coordenação Económica de Angola, José de Lima Massano, vai chefiar a delegação angolana que…
Angola: Vice-Presidente recebe líder da OEACP–UE

Angola: Vice-Presidente recebe líder da OEACP–UE

A Vice-Presidente da República de Angola, Esperança da Costa, recebeu em audiência a líder da Assembleia Parlamentar da Organização dos…
Guiné-Bissau: Nuno Nabiam demite-se e qualifica Sissoco de “senhor absoluto”

Guiné-Bissau: Nuno Nabiam demite-se e qualifica Sissoco de “senhor absoluto”

O antigo Primeiro-ministro e conselheiro especial do Presidente da República, Nuno Gomes Nabiam demitiu-se das funções alegando a “falta de…
Guiné-Bissau: Venda ilícita de passaportes movimentou em dois anos 1.8 biliões de Fcfa

Guiné-Bissau: Venda ilícita de passaportes movimentou em dois anos 1.8 biliões de Fcfa

O Ministério do Interior da Guiné-Bissau informou esta segunda-feira, 19 de Setembro, ter detido 41 indivíduos de nacionalidade camaronesa, assim…