Angola: MPLA defende “aposta séria” na educação de jovens

A vice-presidente do MPLA, Luísa Damião, defendeu este domingo, 02 de dezembro, em Luanda, a “aposta séria” na educação para que fossem formados quadros capazes de compreender os problemas nacionais, regionais e internacionais de forma crítica e construtiva. Durante o discurso realizado no acto de abertura da XI edição do concurso “Sábados Académicos”, referiu que a educação e o ensino são componentes determinantes para o desenvolvimento de qualquer sociedade.

De acordo com a representante do partido angolano, o índice de cidadãos educados de um país indica o nível de desenvolvimento do mesmo. Por isso, a seu ver, o investimento no capital humano é uma necessidade imperiosa para o desenvolvimento económico e o progresso das sociedades. Luísa Damião afirmou ainda que o MPLA defende um investimento sustentado na educação e a implementação de um sistema educativo capaz de responder aos desafios do futuro num contexto novo sob o ponto de vista político, cultural, económico e social.

Apesar dos conhecidos constrangimentos financeiros da organização política, a vice-presidente garantiu que o MPLA continua a apostar numa estratégia de apoio social para os alunos e estudantes, através de bolsas de estudo internas e externas para os estudantes com elevado aproveitamento académico ou que sejam economicamente carenciados, promovendo assim a igualdade de oportunidades e de sucessos escolares. “O nosso país conta com alguns jovens superdotados que apostam na inovação e a quem devemos prestar especial atenção”, acrescentou.

O programa Sucesso Escolar e Mérito Estudantil – “Sábados Académicos”, realizado anualmente, é organizado pelo Secretariado Nacional da JMPLA. Luísa Damião, que presidiu a cerimónia de abertura da final da 9ª edição deste concurso académico extracurricular, qualificou o evento de brilhante iniciativa e exercício de educação para a cidadania. O concurso foi realizado em todo o país e envolveu 4.700 estudantes, de 150 dos 164 municípios.

“Temos estado a acompanhar, desde 2007, e valorizamos, com muito apreço, o empenho e dedicação do Secretariado Nacional da JMPLA, a organização juvenil do nosso Partido, na realização deste evento, que visa incentivar a dedicação ao estudo e promover o intercâmbio sociocultural entre os estudantes, a nível nacional”, declarou, considerando a partilha de experiências e o renovar de conhecimentos como um momento muito gratificante, pelo que “enaltecemos o engajamento do Secretariado Nacional da JMPLA, em dar a oportunidade aos jovens para realçarem as suas qualidades, como o talento, o mérito, a excelência e o patriotismo, contribuindo desse modo, para uma formação integral”.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Guiné-Bissau: Governo extingue feriados nacionais e é acusado de violar a lei e a história

Guiné-Bissau: Governo extingue feriados nacionais e é acusado de violar a lei e a história

O Governo guineense através do Decreto nº 1/2023 de 19 de Janeiro determinou que 23 de Janeiro, outrora dia dos…
Moçambique: MONARUMO defende isenção do IVA para água e energia

Moçambique: MONARUMO defende isenção do IVA para água e energia

O Movimento Nacional para Recuperação da Unidade Moçambicana (MONARUMO) comentou a recente diminuição do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA),…
Angola garante usar 77% de energia renovável até 2027

Angola garante usar 77% de energia renovável até 2027

O chefe de Estado angolano, João Lourenço, assumiu o compromisso de o país usar 77% de energia renovável até 2027. …
Cabo Verde: Turismo e privatizações financiam fundo contra pobreza extrema

Cabo Verde: Turismo e privatizações financiam fundo contra pobreza extrema

O turismo e privatizações em Cabo Verde decidiram financiar o fundo MAIS, definido pelo Governo e criado com o objetivo…