Angola: MPLA denuncia campanhas contra o país

O Bureau Político do MPLA denunciou as campanhas de intoxicação movidas contra as instituições do Estado angolano e o Presidente da República, João Lourenço. A denúncia foi feita através de uma declaração sobre o terceiro aniversário do mandato do chefe de Estado. 

Nessa declaração o partido no poder repudia “veementemente todas as manobras de diversão”, que, segundo o próprio, servem para desacreditar as ações no âmbito do combate contra a corrupção, a impunidade e restantes práticas nocivas que ameaçam “seriamente” os alicerces da sociedade angolana. 

O MPLA manifestouno entanto, “confiança” nas instâncias de Justiça, no sentido de fazer imperar a Lei e o Direito. A formação política exortou ainda aos angolanos a manterem-se “vigilantes” e a cerrarem “fileiras” em torno da liderança dJoão Lourenço. 

Isto porque, acrescentou, só com a participação de todos é que Angola poderá vencer os desafios do desenvolvimento. 

Também de acordo com a organização política, o Presidente João Lourenço não tem poupado esforços, desde o primeiro dia em que assumiu o poder, para consolidar a estabilidade política e social, no quadro da governação de proximidade, inclusiva e participativa. 

“Os três anos de governação do Presidente João Lourenço também estão marcados pela implementação de medidas destinadas a assegurar o desenvolvimento económico sustentável”pode ainda ler-se. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia e Rússia adiam negociações para esta quinta-feira

Ucrânia e Rússia adiam negociações para esta quinta-feira

As negociações entre a Ucrânia e a Rússia foram adiadas para esta quinta-feira, 03 de março.  A delegação ucraniana está…
Portugal agradece à Roménia apoio no repatriamento de portugueses e ucranianos

Portugal agradece à Roménia apoio no repatriamento de portugueses e ucranianos

O primeiro-ministro português, António Costa, manifestou publicamente ao Presidente da Roménia, Klaus Iohannis, a sua gratidão pelo apoio prestado na…
Guiné-Bissau: PGR quer vigilância acrescida a pessoas com enriquecimento anormal

Guiné-Bissau: PGR quer vigilância acrescida a pessoas com enriquecimento anormal

O Procurador-geral da República (PGR) pediu aos magistrados para estarem atentos às pessoas que procuram vias fáceis para enriquecer, às…
Moçambique: Oposição critica "silêncio" do Governo sobre invasão à Ucrânia

Moçambique: Oposição critica "silêncio" do Governo sobre invasão à Ucrânia

A Renamo e o MDM, partidos moçambicanos da oposição, condenam a invasão da Rússia à Ucrânia. Ambos criticam o “silêncio”…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin