Angola: MPLA “está proibido de falhar” para continuar no poder

O secretário-geral do MPLA, Paulo Pombolo, avisou que o partido no poder “está proibido de falhar se quiser continuar a ser Governo em 2022”. O alerta foi dado durante uma conferência para a renovação de mandatos no Comité Municipal de Viana da formação política. 

Pombolo aproveitou a ocasião para falar com os militantes presentes sobre a necessidade de trabalharem afincadamente para a vitória do MPLA nas eleições gerais de 2022. O secretário-geral considera que a organização política que representa continua a ser “o maior e mais bem organizado partido de Angola”

Sendo Luanda a maior praça eleitoral de Angola e Viana o município mais populoso, todos os partidos estão com as atenções voltadas para este local. Assim, o político convidou todos os militantes e simpatizantes do MPLA a comparecerem nos balcões de atualização do registo eleitoral para votarem em massa no partido. 

O Comité Municipal de Viana do MPLA elegeu Euclides da Costa para o cargo de primeiro secretário. Os 100 mil militantes presentes na conferência de renovação de mandatos elegeram também um Comité Municipal composto por 137 membros, 72 delegados à conferência provincial, cinco candidatos ao Comité Provincial do MPLA e o mesmo número de delegados ao Congresso Ordinário do partido, agendado para dezembro.

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin