Angola: MPLA incentiva diáspora no Canadá a votar

O novo secretário do MPLA no Canadá, Victor Bernardo, incentivou durante uma reunião via Zoom os militantes do partido naquele país a estimularem a comunidade angolana a participar nas eleições gerais. O sufrágio está marcado para agosto de 2022. 

Esta será a primeira vez que os angolanos residentes no estrangeiro poderão participar nas eleições gerais do seu país de origem. Para isso ser possível, tiveram de ocorrer alterações pontuais da Constituição de Angola, realizadas neste ano de 2021. 

Para poderem exercer o direito de voto, os angolanos na diáspora deverão ter os documentos de identidade válidos. 

O Secretariado do MPLA no Canadá partilhou que os quadros empossados foram eleitos na conferência de renovação de mandato, a 29 de novembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin