Angola: MPLA pede jovens com maturidade para as autarquias

O MPLA informou que vai apostar em jovens responsáveis e com maturidade política para integrarem os órgãos autárquicos, cujo processo de eleição tem início no próximo ano. A declaração foi feita pelo segundo secretário do partido no Namibe, Augusto Sabino.

O político falou num encontro com os 90 delegados ao VIII Congresso Ordinário da JMPLA, realizado entre esta quinta-feira, 10 de outubro, e sábado, dia 12, em Luanda, tendo aproveitado a ocasião para lembrar que os jovens têm “grande responsabilidade” neste processo de solucionar os problemas socioeconómicos da população.

Sabino considera que os militantes da JMPLA devem tomar a dianteira nas eleições autárquicas, colocando todo o seu saber académico e profissional. “A JMPLA sempre foi uma organização dinâmica no processo democrático, votando com consciência e responsabilidade para o bem do partido e do país, tendo sempre em atenção a sua conduta cívica e patriótica”, salientou.

Foi ainda deixado aos delegados o apelo de que participem ativamente no congresso, partilhando no mesmo conhecimentos para a resolução dos problemas que afligem a juventude, entre os quais o desemprego, o uso de álcool e drogas, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Banco de Portugal fala de poucos oligarcas russos visados pelas sanções

Banco de Portugal fala de poucos oligarcas russos visados pelas sanções

O Banco de Portugal (BdP) instruiu os bancos para congelarem as contas de oligarcas russos, no âmbito das sanções aplicadas…
Moçambique: Deslocados autorizados a regressar a Mocímboa da Praia

Moçambique: Deslocados autorizados a regressar a Mocímboa da Praia

A Secretaria Distrital de Mocímboa da Praia, vila moçambicana da província de Cabo Delgado, informou as autoridades do distrito de Palma…
Guiné-Bissau satisfeita com a visita do primeiro-ministro português António Costa

Guiné-Bissau satisfeita com a visita do primeiro-ministro português António Costa

“A visita do primeiro-ministro [português] deixou os guineenses contentes. Portugal é um país irmão e não um amigo da Guiné-Bissau”,…
Ucrânia: Lviv não consegue acolher mais refugiados

Ucrânia: Lviv não consegue acolher mais refugiados

O presidente da Câmara de Lviv, Andriy Sadoviy, informou à “Reuters” que a cidade esgotou a sua capacidade para acolher…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin