Angola

Angola: Ngonda suspendeu secretário-geral da FNLA

Líder da FNLA, Lucas Ngonda
Lucas Ngonda

O presidente da FNLA, Lucas Ngonda, suspendeu nesta quarta-feira, 26 de agosto, o secretário-geral do partido, Pedro Mucumbi Dala. A decisão foi tomada devido a uma alegada “traição” e por não “comungar os mesmos ideais políticos”.

O dirigente explicou em conferência de imprensa as razões da suspensão. Segundo o próprio, o antigo secretário-geral, agora substituído interinamente por Aguiar António Laurindo, terá formado um grupo no secretariado para a destituição de Ngonda.

“O meu colaborador direto entrou em desacordo com o Pacto de Unificação da FNLA, quando ele foi o mandatado para negociar com a outra ala e assinou o referido pacto”, referiu.

“Agora não está de acordo com o tratado neste processo, que culminará com a realização do II congresso extraordinário, em setembro de 2020”, acrescentou.

Já Pedro Mucumbi Dala declarou na mesma conferência de imprensa que “Lucas Ngonda é o causador da separação da FNLA”. O atual presidente pretende “perpetuar-se na presidência da organização, refugiando-se no acórdão do Tribunal Constitucional”, acusou ainda.

A conferência acabou por ser interrompida por causa do desentendimento entre o presidente e o secretário-geral suspenso. Recorde-se que a FNLA vive uma crise de liderança desde a morte do seu fundador Holden Roberto, em agosto de 2007.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo