Angola: OGE 2021 aposta nas obras públicas

A versão preliminar do Orçamento Geral do Estado (OGE) para 2021, que deu entrada na Assembleia na passada sexta-feira, 30 de outubro, prevê um reforço de quase 100% na dotação do Ministério das Obras Públicas e Ordenamento do Território, quando comparado com o OGE em vigor. 

OGE 2021que tem receitas estimadas em 14,12 biliões de kwanzas, destina 169,9 mil milhões ao Ministério das Obras Públicas e Ordenamento do Território contra os anteriores 86,2 mil milhões aprovados pelo OGE 2020 Revisto. 

Para a rubrica ‘Construção e Reabilitação de Edifícios Públicos e Equipamentos Sociais’ está prevista uma dotação de 2,39 mil milhões de kwanzas. Esse valor servirá para a reabilitação e o apetrechamento do Palácio do governador do Cuanza Sul e a construção do Centro Político Administrativo da Província de Cabinda. 

A mesma quantia será igualmente aplicada na construção de 1.168 apartamentos sociais e infraestruturas em Luanda, na construção de equipamentos sociais da Centralidade da Caala – Lora, na construção do Centro Especializado para o Tratamento de Epidemias e Pandemias, na construção e apetrechamento da ponte Cais do Tômbwa – Namibe e ainda na reabilitação e no apetrechamento da Fortaleza São Francisco Penedo, em Luanda. 

A rubrica ‘Construção e Reabilitação de Infraestruturas Rodoviárias’, em que está inscrita uma verba de 140,8 mil milhões, é a mais reforçada. O dinheiro será distribuído por várias obras, entre as quais a construção de pontes, a reabilitação de troços de estradas, o estancamento de ravinas e a construção de habitações sociais em todas as províncias angolanas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia e Rússia adiam negociações para esta quinta-feira

Ucrânia e Rússia adiam negociações para esta quinta-feira

As negociações entre a Ucrânia e a Rússia foram adiadas para esta quinta-feira, 03 de março.  A delegação ucraniana está…
Portugal agradece à Roménia apoio no repatriamento de portugueses e ucranianos

Portugal agradece à Roménia apoio no repatriamento de portugueses e ucranianos

O primeiro-ministro português, António Costa, manifestou publicamente ao Presidente da Roménia, Klaus Iohannis, a sua gratidão pelo apoio prestado na…
Guiné-Bissau: PGR quer vigilância acrescida a pessoas com enriquecimento anormal

Guiné-Bissau: PGR quer vigilância acrescida a pessoas com enriquecimento anormal

O Procurador-geral da República (PGR) pediu aos magistrados para estarem atentos às pessoas que procuram vias fáceis para enriquecer, às…
Moçambique: Oposição critica "silêncio" do Governo sobre invasão à Ucrânia

Moçambique: Oposição critica "silêncio" do Governo sobre invasão à Ucrânia

A Renamo e o MDM, partidos moçambicanos da oposição, condenam a invasão da Rússia à Ucrânia. Ambos criticam o “silêncio”…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin