Angola: Oposição considera eleitoralista programa do Governo

Os partidos da oposição em Angola consideram eleitoralista o novo programa do Governo que inclui milhões de dólares de créditos, avança o “VOA”. Esse programa consiste em financiar 500 projetos com acesso ao crédito.

O anúncio foi feito pela secretária de Estado para a Economia, Dalva Ringote, na terça-feira, 04 de janeiro, em Luanda. Segundo a própria, o Governo vai financiar 500 projetos no âmbito do Programa de Apoio à Diversificação da Economia e Exportações (PRODESI) e do Programa de Reconversão da Economia Informal (PREI).

Esses 500 projetos, dos 1.022 aprovados em 2021 no âmbito do PRODESI, apresentam diversas facilidades de acesso ao crédito, num total de 743 mil milhões de kwanzas (1,36 milhões de dólares) para a sua operacionalização.

Ringote acrescentou a possibilidade de ser desembolsado um segundo pacote de cerca de 2 mil milhões de kwanzas (3,6 milhões de dólares) através do Fundo Activo de Capital de Risco Angolano (FACRA), direcionados a pequenas e médias empresas, empreendedores e operadores de microcrédito, com a expectativa de financiar mais 1.683 projetos, beneficiando principalmente jovens e mulheres.

Para Gaspar Fernandes, do PRS, quando se está a seis meses das eleições gerais estes anúncios “propagandísticos e eleitoralistas… visam enganar o povo”.

“Apelamos à sociedade no geral a estarmos atentos, porque nesta altura o que mais importa é a alternância, porque com alternância teremos melhorias significativas nas vidas das populações”, alertou.

Também o deputado da UNITA, Nelito Ekuikui, partilha a mesma opinião, afirmando que se trata de “um programa meramente eleitoralista, porque neste momento nenhum governo que está a terminar o seu mandato implementa programas”.

“Esta é altura de fazer balanço e não é de apresentar programas, o programa que ele apresentou é aquele de 2017, que infelizmente não conseguiu cumprir nem a 20%”, concluiu.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

África do Sul trava entrada ilegal de moçambicanos no país

África do Sul trava entrada ilegal de moçambicanos no país

As autoridades sul-africanas impediram a entrada ilegal de 40 moçambicanos no seu território, por ocasião do regresso de várias pessoas…
Comissão Mista Angola-Brasil reúne-se entre março e abril

Comissão Mista Angola-Brasil reúne-se entre março e abril

A Comissão Mista Angola-Brasil vai reunir-se entre março e abril para impulsionar as relações de cooperação bilateral.  Esta foi uma…
Timor-Leste: PR diz que Brasil pode apoiar na autossuficiência na agricultura

Timor-Leste: PR diz que Brasil pode apoiar na autossuficiência na agricultura

O Presidente da República de Timor-Leste, José Ramos-Horta, partilhou publicamente que o Brasil pode apoiar o seu país a tornar-se…
Cabo Verde: PAICV comenta abandono da barragem de Canto de Cagarra

Cabo Verde: PAICV comenta abandono da barragem de Canto de Cagarra

Os deputados do PAICV eleitos por Santo Antão alertaram nesta quinta-feira, 05 de janeiro, para a situação de abandono da…