Angola: Oposição diz que Executivo não pode ignorar malária durante a Covid-19

Os partidos políticos da oposição em Angola defendem que as autoridades governamentais não podem dar apenas atenção especial à Covid-19, uma vez que a malária é um problema muito maior no país, tendo causado, só na província da Huila, 461 mortes nos últimos três meses.

O membro do colégio presidencial da CASA-CE, Manuel Fernandes, lamenta que a malária continue a ser a principal causa de morte no país. “A Covid-19 é prioridade, mas a malária também não deixa de ser uma preocupação, se só na Huíla morreram 461 pessoas no primeiro trimestre deste ano. Se for feito um balanço em todo o país, o resultado será uma tragédia”, afirmou, sugerindo uma grande campanha para combater a doença.

Para o deputado da UNITA, Alcides Sakala, a falta de consciencialização da população sobre as medidas de prevenção da doença, entre as quais o uso do mosquiteiro, além do fraco saneamento básico nas comunidades, têm contribuído para o aumento da doença.

“A Covid-19 e a malária devem constar nas prioridades do Executivo. Não podemos esquecer que a malária devasta mais vidas humanas no nosso país”, declarou.

Por sua vez, o dirigente do PRS, Benedito Daniel, exortou o Executivo a tomar medidas que se impõem para fazer face às ameaças que pairam sobre a saúde em Angola. “Para além de Covid-19, o país enfrenta muitas doenças com o destaque para a malária, que mais mata em Angola. No entanto, toda a atenção deve ser dada às várias doenças”, disse.

“O Executivo não pode ofuscar a gravidade da situação da malária no país. Preocupado com a situação da Covid-19, o Executivo também deve fazer o mesmo com a malária”, reforçou.

Segundo os dados mais recentes do Programa Nacional de Combate à Malária, no primeiro trimestre de 2019 o território angolano registou mais de um milhão de casos, cuja prevalência é de cerca de 40%.

Em 2018 foram verificados cerca de 5,9 milhões de casos, dos quais resultaram 12 mil óbitos.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Ucrânia: Conselheiro de Zelensky diz que não há negociações em curso com a Rússia

Ucrânia: Conselheiro de Zelensky diz que não há negociações em curso com a Rússia

O conselheiro presidencial ucraniano, Mykhailo Podolyak, informou nesta quarta-feira, 17 de abril, que não há conversações e negociações em curso…
Moçambique: Encontrados três cadáveres em Macomia

Moçambique: Encontrados três cadáveres em Macomia

Foram encontrados três corpos sem vida na aldeia Napala, localizada no distrito de Macomia, pertencente à província de Cabo Delgado. …
Moçambique: Cidade de Pemba já fornece localmente todo tipo de ração para aves 

Moçambique: Cidade de Pemba já fornece localmente todo tipo de ração para aves 

A cidade de Pemba, capital provincial de Cabo Delgado, já produz todo tipo de ração para aves, com a entrada…
Chuvas torrenciais atingem vários países

Chuvas torrenciais atingem vários países

Os fenómenos meteorológicos extremos estão a assolar a cidade do Dubai, que registou, apenas no dia ontem, um nível de…