Angola

Angola: Oposição oferece ajuda ao Executivo no combate ao Covid-19

Assembleia Nacional de Angola

Os partidos da oposição em Angola estão preocupados com o surgimento do novo coronavírus (Covid-19) no país, onde já se registam três casos. Como tal, disponibilizaram-se para auxiliar o Executivo na mobilização da população, instituições públicas e privadas, de forma a reforçar as medidas de segurança e de prevenção adotadas pelo Governo.

“Isto impõe-se porque é preciso sensibilizar os cidadãos e as instituições públicas e privadas para respeitarem as orientações das autoridades sanitárias. Estamos a passar por um período difícil e por isso é tempo de unirmos esforços para conter a propagação da pandemia”, declarou o dirigente da CASA-CE, Manuel Fernandes.

Por sua vez, o presidente do PRS, Benedito Daniel, afirmou que a atual situação vivida no mundo e em Angola necessita de várias medidas que fortaleçam a rede pública de saúde e que partilhem mais informações com o povo sobre o novo coronavírus.

“A situação é preocupante. Países com sistema de saúde muito avançado estão a enfrentar graves problemas com Covid-19. Nós temos que trabalhar muito na mobilização da população para respeitar as instruções das autoridades”, defendeu.

Para a UNITA, o combate a esta pandemia tem de envolver a sociedade civil, os governantes, a população em geral e ainda as entidades religiosas, de forma a que o problema seja resolvido.

“O combate à pandemia no país é uma medida global. Por isso, todos devemos trabalhar para que a pandemia não se propague no território nacional”, sublinhou o líder do grupo parlamentar da maior formação política da oposição, Liberty Chiyaka.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo