Angola: Partidos passam a assumir despesas da fiscalização do registo eleitoral

O diretor nacional para o Registo Eleitoral Oficioso, Fernando Paixão, informou que os partidos políticos terão de assumir as despesas decorrentes da fiscalização do registo eleitoral. Este processo tem início a 23 de setembro em todo o território angolano e em janeiro no exterior do país, para a diáspora.

A informação foi avançada nesta segunda-feira, 13 de setembro, em Luanda. À margem do encontro realizado entre o Ministério da Administração do Território e os partidos políticos, Fernando Paixão descartou qualquer cabimentação financeira por parte do Governo.

A reunião serviu para informar o que estabelece a lei, em sede da fiscalização, já que a mesma impõe que os actos de registo eleitoral sejam fiscalizados pelos partidos políticos, supervisionados pela Comissão Nacional Eleitoral (CNE), assim como a operacionalização de todo o processo.

“Os fiscais devem ser credenciados por via das administrações municipais, que são os locais onde vão funcionar os balcões de atendimento ao público, num número de dois elementos por cada partido político”, esclareceu.

De acordo com a mesma fonte, os partidos foram igualmente informados acerca dos prazos. A partir desta quinta-feira, 16 de setembro, deverão dirigir-se às administrações municipais e fornecer as listas dos fiscais, contendo o processo individual, duas fotografias, fotocópia do Bilhete de Identidade e o cartão de eleitor, para serem aceites.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Reduzir o açúcar em alimentos embalados pode prevenir doenças em milhões de pessoas

Reduzir o açúcar em alimentos embalados pode prevenir doenças em milhões de pessoas

Cortar 20% do açúcar dos alimentos embalados e 40% das bebidas poderia prevenir 2,48 milhões de eventos de doenças cardiovasculares…
Cabo Verde: Governo preocupado com taxa de vacinação em Santiago Norte

Cabo Verde: Governo preocupado com taxa de vacinação em Santiago Norte

O Governo cabo-verdiano voltou a partilhar a sua preocupação em relação à “baixa taxa de vacinação” contra a Covid-19 no…
Agência adia leilão do 5G e compromete implantação de tecnologia no Brasil

Agência adia leilão do 5G e compromete implantação de tecnologia no Brasil

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) adiou nesta segunda-feira (13) a votação da versão final do edital do 5G, a…
Cabo Verde: Governo vê inverno como ponto de não retorno no turismo

Cabo Verde: Governo vê inverno como ponto de não retorno no turismo

O ministro do Turismo de Cabo Verde, Carlos Santos, admitiu que com a retoma em curso da procura de turistas,…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin