Angola: Partidos preocupados com processo de registo oficioso

Os representantes dos partidos políticos angolanos apresentaram nesta segunda-feira, 20 de setembro, em Luanda, preocupações relacionadas com o sistema informático e a gestão do processo de registo oficioso. Recorde-se que o mesmo irá começar na quinta-feira, dia 23. 

As preocupações foram apresentadas durante um encontro entre os representantes dos partidos políticos e os responsáveis do Governo da Província de Luanda. Este evento teve como objetivo abordar a questões ligadas ao começo do registo oficioso e à abertura dos Balcões Único de Atendimento ao Público. 

Segundo o representante da UNITA, José Eduardo, a sua preocupação deve-se ao número de balcões para Luanda, uma vez que a capital angolana tem 30% dos eleitores do país. O político acredita que os 72 balcões não serão suficientes para atender os interessados.    

José Eduardo disse ainda que espera maior clareza no processo de informático e que a UNITA possui as listas dos seus representantes. Estas serão entregues nas primeiras horas do dia 23 de setembro para evitar constrangimentos, informou. 

Por sua vez, Alexandre Chinvinda, membro CASA-CE, afirmou que tinha como preocupação o sistema tecnológico que está a ser usado para o processo em questão. Isto porque, continuou, tendo em conta a complexidade apresentada pelo software usado, são necessários maiores esclarecimentos para que haja mais confiança no processo. 

Já o representante do MPLA, partido no poder, mostrou-se confiante no processo e referiu que saiu do encontro bem esclarecido. A formação política tem a lista preparada para fazer a entrega mal inicie o processo, partilhou. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin