Angola perde mais de 500 mil postos de trabalho devido à Covid-19

A crise económica em Angola agravou significativamente devido ao surgimento da pandemia da Covid-19. A pobreza extrema já ultrapassou 60% da população e registou-se uma perda de 500 mil postos de trabalho só em 2020.

Trata-se da sexta recessão económica consecutiva do país, que é acompanhada por uma séria crise social, agravada pelo crescimento do desemprego em cerca de 35%. Estes são os dados oficiais recentemente divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

As centrais sindicais angolanas já afirmaram que, por causa da crise económica, nos últimos seis anos faliram mais de duas mil empresas. O número de desempregados continua a aumentar.

Os sindicatos defendem a adoção de políticas mais sustentáveis para a criação de empregos e de combate à extrema pobreza, como a aposta no aumento da produção nacional de alimentos e de outros produtos essenciais, com vista à sustentabilidade das famílias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

O Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) considera que a Covid-19 não foi a principal causa da recessão económica em Moçambique.…
Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin