Angola: PGR diz que “Portugal é destino seguro de fortunas desviadas” do país

O Procurador-Geral Adjunto da República de Angola, Mota Liz, declarou numa entrevista que Portugal é um dos principais destinos das fortunas “roubadas” no país governado por João Lourenço. 

No entanto, reconheceu que têm sido feitos esforços por parte da justiça portuguesa no processo de recuperação de ativos “escondidos” no país. 

O facto de Portugal ser um dos pontos “mais abertos” no estrangeiro, continuou, é algo que tem sido usado pelos angolanos, que se servem disso para fazer passar somas avultadas de dinheiro. 

No entanto, Mota Liz salientou que sempre que existem operações suspeitas de branqueamento de capitais a envolver angolanos, Lisboa alerta as autoridades de Angola. Assim, referiu que as relações de cooperação com a justiça portuguesa em matéria penal são excelentes, desde os anos remotos. 

“Tem sido mais Angola a precisar da cooperação, sendo que Portugal é um dos países para onde vão os recursos desviados de Angola. Essa cooperação com Portugal é fundamental”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Revista de Imprensa Lusófona de 15 de setembro de 2021

Revista de Imprensa Lusófona de 15 de setembro de 2021

Em Portugal o “Público” destaca o título “Autárquicas 2021: Mais de 80% dos presidentes de câmara recandidatam-se, metade entra no…
Noruega abre duas novas áreas offshore para captura e armazenamento de carbono

Noruega abre duas novas áreas offshore para captura e armazenamento de carbono

O governo norueguês lançou duas novas áreas para injeção e armazenamento de dióxido de carbono na plataforma continental norueguesa. O…
Angola: Partidos passam a assumir despesas da fiscalização do registo eleitoral

Angola: Partidos passam a assumir despesas da fiscalização do registo eleitoral

O diretor nacional para o Registo Eleitoral Oficioso, Fernando Paixão, informou que os partidos políticos terão de assumir as despesas…
Reduzir o açúcar em alimentos embalados pode prevenir doenças em milhões de pessoas

Reduzir o açúcar em alimentos embalados pode prevenir doenças em milhões de pessoas

Cortar 20% do açúcar dos alimentos embalados e 40% das bebidas poderia prevenir 2,48 milhões de eventos de doenças cardiovasculares…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin