Angola

Angola: PGR nega existir um processo contra José Eduardo dos Santos

José Eduardo dos Santos

Com o intuito de dissipar rumores, a Procuradoria-Geral da República (PGR) de Angola, através do seu Departamento Nacional de Investigação e Acção Penal, enviou um comunicado à imprensa a desmentir as notícias que circulam referentes a um suposto mandado de notificação para comparência do ex-presidente, José Eduardo dos Santos. Na mesma nota da PGR pode ler-se que a “notificação foi emitida por um funcionário da instituição que não teve em conta a qualidade da pessoa notificada”, esta notificação terá sido a base dos rumores.

No entanto, precisa a PGR, no decorrer das investigações e instrução em curso de vários processos-crime contra alguns gestores públicos, “poderá ser preciso que José Eduardo dos Santos preste esclarecimentos, para o bem da descoberta da verdade material”.

Desde que João Lourenço assumiu a presidência, substituído José Eduardo dos Santos, lançou uma vasta campanha contra a corrupção em Angola, que levou que fossem accionados vários processos-crime contra ex-governantes e gestores públicos, acusados de má gestão, peculato e outros crimes, tais como contra o antigo presidente do Fundo Soberano de Angola, José Filomeno dos Santos, filho do antigo presidente José Eduardo dos Santos, sendo também alvo de investigações o antigo director do Gabinete de Revitalização e Execução da Comunicação Institucional e Marketing da Administração (Grecima), Manuel Rabelais, e o ex-governador de Luanda, Higino Carneiro.

Na lista dos visados pela justiça angolana estão também os antigos responsáveis do Conselho Nacional de Carregadores, assim como o ex-embaixador de Angola na Etiópia e Junto da União Africana, Arcanjo do Nascimento, o ex-secretário para os Assuntos Económicos do Presidente da República, Carlos Panzo, e o ex-director do Instituto Nacional de Estradas de Angola, Joaquim Sebastião.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo