Angola: PR fala de plano “macabro” para tornar “ingovernável” o país

O Presidente da República de Angola, João Lourenço, afirmou que está em curso um “macabro plano” para que o país se torne “ingovernável”, segundo o “VOA”. Um dos exemplos dados foi o do “vandalismo e arruaça” ocorridos em Luanda na segunda-feira, 10 de janeiro, durante uma greve de taxistas

Nesse dia houve fogo posto na sede do comité distrital do MPLA, partido no poder, no bairro Benfica, e também em um autocarro do Ministério da Saúde. João Lourenço considera que existe um fomento da vandalização de bens públicos e privados, incitação à desobediência e à rebelião, na tentativa da subversão do poder democraticamente instituído. 

“O que ocorreu na segunda-feira foi um verdadeiro acto de terror cujas impressões digitais deixadas na cena do crime são bem visíveis e facilmente reconhecíveis, e apontam para a materialização de um macabro plano de ingovernabilidade através do fomento da vandalização de bens públicos e privados, incitação à desobediência e à rebelião, na tentativa da subversão do poder democraticamente instituído”, disse na abertura da reunião do Conselho de Ministros realizada nesta quarta-feira, dia 12. 

Após a referência à “paralisação de uma pequena parte dos táxis em Luanda, mesmo depois de o Executivo angolano ter atendido prontamente à principal reivindicação das associações representativas da classe”, o chefe de Estado sublinhou a necessidade de as eleições gerais previstas terem “lugar em ambiente de plena segurança para os eleitores e os observadores”

“Em Angola, a única forma possível e legítima de se disputar o poder político é pela via democrática das eleições”, lembrou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin