Angola

Angola: PRS analisa frente unida contra MPLA

Líder do PRS, Benedito Daniel, com apoiantes
Benedito Daniel com apoiantes do PRS

O presidente do Partido de Renovação Social (PRS), Benedito Daniel, declarou que a ideia de um bloco único entre os partidos na oposição para combater o MPLA, formação política no poder, não era nova.

Isto porque, afirmou ainda, o PRS, a UNITA e a CASA-CE estiveram em contato para analisarem essa hipótese. No entanto, a estratégia acabou por não avançar.

Agora, prosseguiu, os tempos mudaram e sabe-se que a UNITA, o Bloco Democrático (BD) e o projeto político PRA-JA Servir Angola decidiram então unir-se para avançar com a referida estratégia.

As declarações foram feitas à margem do evento de abertura nacional do ano político do PRS na cidade do Huambo. O dirigente comentou que estranhou a forma rápida e menos concertada como a UNITA, o BD e o PRA-JA se alinharam e anunciaram a parceria da criação da frente única para o pleito eleitoral de 2022. E isso sem incluir outros partidos políticos, como o PRS e a CASA-CE.

“Não sabemos as circunstâncias que estiveram na tomada de decisão de uma forma rápida. Nós tínhamos conhecimentos de que haveríamos de reunir e, a qualquer momento, iríamos amadurecer as decisões. Mas muito rapidamente, ficamos surpreendidos com a união”, expôs.

Ainda assim, continuou, o sucedido não impede “que outros partidos venham a aderir”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo