Angola: PRS elogia iniciativa do PR no combate à corrupção

O Partido de Renovação Social (PRS) enalteceu nesta segunda-feira, 29 de novembro, a iniciativa do Presidente da República de Angola, João Lourenço, na luta contra a corrupção. Isto porque trata-se de um crime que causa sérios prejuízos ao povo.

As observações foram feitas pelo líder da formação política, Benedito Daniel, durante o discurso de abertura do IV Encontro Nacional dos Secretários Provinciais do PRS, realizado no município de Viana, em Luanda.

Segundo o dirigente, o fenómeno da corrupção é algo complexo e multifacetado, não conseguindo nenhum Governo combater este mal sozinho. Como tal, defendeu, a sociedade deve ser parceira do Executivo no combate ao problema que assola Angola.

No evento do PRS os presentes refletiram ainda sobre a vida interna do partido e analisaram o nível de preparação das estruturas, o que permitirá a participação do mesmo nas próximas eleições gerais, previstas para 2022.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin