Angola: PRS pede adesão massiva ao registo eleitoral

O secretário adjunto do Partido de Renovação Social (PRS) na província do Huambo, António Cerejo Sapalo, apelou nesta quarta-feira, 03 de novembro, à participação massiva dos militantes ao processo de registo eleitoral. Só assim poderão votar nas eleições gerais de 2022. 

Sapalo aproveitou o acto de abertura das comemorações do 31.º aniversário da formação política para sublinhar que é importante que os militantes se registem. Essa é a única maneira de poderem escolher os futuros dirigentes do país, frisou. 

Como tal, lembrou os militantes da necessidade da promoção de campanhas de sensibilização para adesão aos Balcões Únicos de Atendimento Público (BUAP), enquanto veículo de consciencialização dos cidadãos. Foi-lhes igualmente pedida a fiscalização que se impõe ao processo, com foco na denúncia de possíveis irregularidades. 

O político mencionou também a necessidade do cumprimento obrigatório das medidas de prevenção e combate à Covid-19, de maneira a não tornar em fracasso o esforço financeiro e logístico que tem sido levado a cabo pelo Executivo angolano, com o objetivo de travar a propagação da doença. 

Nas últimas eleições gerais, efetuadas a 23 de agosto de 2017, o PRS alcançou 7.421 votos na província do Huambo, de um total de 763.196 votantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin