Angola quer fortalecer relação com Cabo Verde

O ministro das Relações Exteriores de Angola, Téte António, partilhou nesta segunda-feira, 08 de novembro, que a presença do Presidente da República, João Lourenço, em Cabo Verde, é uma oportunidade para intensificar os laços existentes entre os dois países. 

As declarações foram feitas à imprensa na cidade da Praia, capital cabo-verdiana. Tal como João Lourenço, o ministro encontra-se no arquipélago africano para assistir à tomada de posse do novo homólogo, José Maria Neves

Téte António integra uma delegação do Governo angolano liderada pelo Presidente do seu país. Para o governante, os laços de amizade existentes devem ser traduzidos em cooperação bilateral. 

“A cooperação está em bom caminho. Temos um acordo geral de cooperação desde 1976”, referiu, citado pela “Angop”. Entre os diversos protocolos bilaterais assinados encontram-se os acordos de isenção de vistos, de cooperação técnica em diferentes domínios, como os da educação, defesa, petróleo, diplomacia, agricultura, transportes, finanças e administração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Cabo Verde: Correia e Silva quer Economia Digital a valer 25% do PIB

Cabo Verde: Correia e Silva quer Economia Digital a valer 25% do PIB

O primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, tem como meta fazer com que a Economia Digital contribua com 25% do Produto Interno Bruto (PIB). Este objetivo…
Grécia quer cooperar com Angola na Segurança Marítima

Grécia quer cooperar com Angola na Segurança Marítima

A Grécia manifestou a Angola o seu desejo de estabelecer cooperação nos domínios da Segurança Marítima, Comércio, Turismo, Indústria, Agricultura e Inovação. Essa…
Moçambique: INGD alerta para risco de inundações e cheias

Moçambique: INGD alerta para risco de inundações e cheias

A presidente do Instituto Nacional de Gestão e Redução do Risco de Desastres (INGD) Luísa Meque, apelou às comunidades que residem nas…
Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Os trabalhadores timorenses na Coreia do Sul já enviaram para Timor-Leste, de 2009 a 2021, cerca de 39 milhões de dólares…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin