Angola

Angola recebe financiamento russo no valor de dez mil milhões de dólares

As autoridades russas vão disponibilizar dez mil milhões de dólares norte-americanos (9.084.500.000 euros) à Angola para que sejam financiados diversos projetos de impacto socioeconómico no país. O anúncio foi feito em Luanda pelo vice-presidente da Comissão Parlamentar para Relações Internacionais da Federação Russa, Chepa Alexey, à saída de uma audiência que lhe foi concedida pelo Presidente angolano, João Lourenço.

Alexey explicou que os projetos estão ligados ao setor energético, principalmente à construção de barragens hidroelétricas, produção de energia eólica, painéis solares, linhas de transporte de energia eléctrica, construção de estradas e de residências, entre outras infraestruturas. O representante da Rússia, que chefia uma delegação de empresários russos, acrescentou que o dinheiro destinado aos projetos resultam de uma linha de crédito conjunta, Federação Russa, setor privado russo e investidores internacionais.

“Tudo isso vai ajudar a fortalecer a nossa amizade, que já existe há décadas”, realçou, referindo ainda que parte da sua delegação já tem encontros bilaterais agendados com representantes de congéneres angolanas.

Para o vice-presidente da Comissão Parlamentar para Relações Internacionais da Federação Russa, é “bastante exitoso” o encontro entre os Chefes de Estado de Angola, João Lourenço, e da Rússia, Vladmir Putin, em Sochi, por ocasião da Cimeira Rússia-África.

Recorde-se que os dois países têm relações privilegiadas desde 8 de outubro de 1976, data em que foi assinado, em Moscovo, na altura capital da antiga União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), o Tratado de Amizade e Cooperação. Atualmente, a cooperação é mais forte nos setores da energia, geologia e minas, ensino superior, formação de quadros, defesa e segurança, telecomunicações e tecnologias de informação, pescas, transportes, finanças e banca.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo