Angola: Registo eleitoral para diáspora custa 44,7 mil milhões de kwanzas

A despesa do Governo angolano com o registo eleitoral oficioso de cidadãos no estrangeiro é estimada em 44,7 mil milhões de kwanzas. O arranque do processo está previsto para janeiro de 2022 e o fim para março. 

Os dados partilhados pelo Ministério da Administração do Território indicam que são 400 mil os angolanos espalhados por 57 países. Conta-se com o apoio de 76 missões diplomáticas para efetuar o registo eleitoral, sendo que a maioria deste número de cidadãos se distribui com maior densidade por 13 países. 

Vão ser reforçados serviços nas várias identidades consulares angolanas espalhadas pelo mundo, de maneira a responder ao processo do registo eleitoral oficioso da diáspora. 

Para poderem efetuar o registo, os interessados terão de apresentar o Bilhete de Identidade. Cada votante receberá um documento simples que atesta a sua localização no momento do registo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Revista de Imprensa Lusófona de 27 de maio de 2024

Revista de Imprensa Lusófona de 27 de maio de 2024

No Brasil o portal de notícias “globo.com” refere que “Tragédia no RS é usada para golpes de anúncios falsos e…
Discurso do Líder do Hezbollah no rescaldo da morte do Presidente do Irão

Discurso do Líder do Hezbollah no rescaldo da morte do Presidente do Irão

Sayyed Hassan Nasrallah, o Secretário-Geral do Hezbollah, deu um discurso aos seus apoiantes, na passada sexta-feira, com críticas e ameaças…
Recorde mínimo de gelo marinho na Antártida seria “extremamente improvável” sem alterações climáticas

Recorde mínimo de gelo marinho na Antártida seria “extremamente improvável” sem alterações climáticas

Um grupo de cientistas do British Antarctic Survey descobriu que os níveis recorde de gelo marinho, na Antártida, em 2023,…
STP: País recebe apoio financeiro da ONU apoia para reformar Justiça e Segurança

STP: País recebe apoio financeiro da ONU apoia para reformar Justiça e Segurança

A Comissão de Consolidação da Paz, da ONU, realizou, nos dias 13 a 15 de maio, uma visita a São…