Angola: Samakuva pondera concorrer às eleições autárquicas

O atual presidente da UNITA, Isaías Samakuva, que em novembro deixa o referido cargo para dar lugar a um sucessor, avançou que pode vir a ser candidato nas eleições autárquicas do próximo ano.

“Estou a pensar nisso. E vou concorrer lá onde me conhecem bem”, afirmou nesta terça-feira, 08 de outubro, durante uma conferência de imprensa realizada na sede do partido, em Luanda, que contou com a maioria dos candidatos à liderança da UNITA.

O político relembrou que os estatutos da formação política estabelecem que o cabeça-de-lista às eleições gerais de 2022 será o presidente do partido eleito no XIII Congresso Ordinário, marcado entre os dias 13 e 15 de novembro. No entanto, informou que há a possibilidade de esses estatutos, nomeadamente o ponto referente ao cabeça-de-lista, virem a ser alterados durante o congresso.

Nesse eventual cenário de mudança não descartou a hipótese de vir a concorrer como Presidente da República nas eleições gerais de 2022. “Uma das coisas que aprendemos na vida é que nunca devemos dizer que desta água nunca beberei”, sublinhou.

Apesar de ter garantido que não vai voltar a concorrer à liderança da UNITA, deixou claro que em nenhum momento disse que iria deixar a vida política, considerando que “quem está na política não se reforma”. Como tal, Samakuva pondera ainda a possibilidade de regressar ao Parlamento, “plataforma adequada para fazer política”, onde suspendeu o seu assento devido ao trabalho como dirigente da formação política.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: ICS vai instalar rádios comunitárias em Mocímboa da Praia e Muidumbe

Moçambique: ICS vai instalar rádios comunitárias em Mocímboa da Praia e Muidumbe

Para promover mais o acesso da informação nas zonas rurais, o Instituto de Comunicação Social – ICS, em Cabo Delgado,…
Cabo Verde: PAICV "indignado" com rutura de medicamentos

Cabo Verde: PAICV "indignado" com rutura de medicamentos

O PAICV está “indignado” com a “ligeireza” com que o Governo cabo-verdiano e a Emprofac estão a tratar a situação…
Guiné-Bissau: PRS lamenta a incapacidade do Governo de Nuno Nabiam

Guiné-Bissau: PRS lamenta a incapacidade do Governo de Nuno Nabiam

O Partido da Renovação Social (PRS) lamentou a “incapacidade” do Governo liderado por Nuno Gomes Nabiam em dar resposta às…
Guiné-Bissau: Oposição aponta irregularidades e falta de condições na preparação das eleições

Guiné-Bissau: Oposição aponta irregularidades e falta de condições na preparação das eleições

Os partidos políticos da oposição agrupados no chamado Espaço de Concertação exigem o posicionamento da Assembleia Nacional Popular (ANP) para…