Angola: Sapalo diz que Comissão do Congresso do PRS é ilegal

Membros do PRS

O político Sapalo António, membro do Partido de Renovação Social (PRS) e que foi um candidato chumbado pela Comissão Preparatória do V Congresso Ordinário do PRS, considerou ilegal o seu afastamento no que diz respeito a poder concorrer à presidência da formação política.

De acordo com Sapalo, a decisão sobre a sua candidatura para a liderança do PRS representa uma violação dos Estatutos do partido. O visado culpa o presidente da organização política, Benedito Daniel, pelo sucedido.

“Benedito Daniel é um presidente em gestão ou demissionário. Não é um presidente em funções. Ele nunca respeitou os estatutos, e desrespeita os membros do Comité Nacional. Ele convoca o Congresso com os pontos não aprovados pelo Comité Nacional. E cria internamente um grupo para elaborar a diretiva”, declarou, citado pelo “Jornal de Angola”.

As declarações foram feitas numa conferência de imprensa realizada nesta quarta-feira, 21 de fevereiro, em Luanda. 

O V Congresso Ordinário do PRS está marcado para os dias 02, 03 e 04 de abril.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Angola: Operadoras de transportes públicos devem milhões ao Estado

Angola: Operadoras de transportes públicos devem milhões ao Estado

As operadoras de transportes públicos devem mais de 40 milhões de kwanzas ao Estado na província angolana do Cuanza Sul. …
Cabo Verde: UCID critica empréstimo bancário em época pré-eleitoral

Cabo Verde: UCID critica empréstimo bancário em época pré-eleitoral

O eleito municipal da UCID em Santo Antão, José Graça, disse que se trata de uma “manobra para manipular a…
Moçambique: PRM confirma envolvimento de membros seus em actos criminais

Moçambique: PRM confirma envolvimento de membros seus em actos criminais

O Comandante-Geral da Polícia da República de Moçambique (PRM), Bernardino Rafael, disse reconhecer o envolvimento dos membros da sua corporação…
Cabo Verde: MpD garante cumprimento do quadro legal de contratação pública por ajuste direto

Cabo Verde: MpD garante cumprimento do quadro legal de contratação pública por ajuste direto

O secretário-geral do Movimento para a Democracia (MpD), Luís Carlos Silva, assegurou que o Governo cabo-verdiano tem cumprido o quadro…