Angola: Seca no sul do país faz milhares de deslocados e agrava fome para milhões de pessoas


Milhões de pessoas no sul de Angola enfrentam uma ameaça existencial com a seca, agravada pelas alterações climáticas, a devastar a região, refere a Amnistia Internacional.

A organização destacou como a criação comercial de gado expulsou as comunidades pastoris desde o final da guerra civil em 2002 – uma mudança que deixou grande parte da população em insegurança alimentar e iniciou o caminho para uma crise humanitária. Esta crise é agudizada pela seca que persiste há mais de três anos. À medida que a comida e a água são bens cada vez mais escassos, milhares de pessoas fogem de casa e procuram refúgio na vizinha Namíbia.

“Milhões de pessoas no sul de Angola estão à beira da fome, presas entre os efeitos devastadores das mudanças climáticas e o desvio de terras para a criação de gado comercial”, disse Deprose Muchena, Diretor da Amnistia Internacional para o Leste e África do Sul.

“Esta seca – a pior em 40 anos – atingiu comunidades tradicionais que lutam para sobreviver, uma vez que foram despojados de vastas áreas de pastagem. O governo angolano deve assumir a responsabilidade pelo seu próprio papel neste terrível situação, e garantir reparações às comunidades afetadas, e tomar medidas imediatas para enfrentar a insegurança alimentar nas áreas rurais das províncias do Cunene e Huíla. ”

Segundo a Associação Construindo Comunidades (ACC), uma ONG local, dezenas de pessoas morreram de desnutrição desde 2019, especialmente pessoas mais velhas e crianças vulneráveis. A ACC, que distribui cestas básicas na região, disse que há pessoas a comer folhas para sobreviver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

O Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) considera que a Covid-19 não foi a principal causa da recessão económica em Moçambique.…
Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin