Angola: SINSE quer difamar Costa Júnior com associação à pedofilia

Os Serviços de Inteligência e Segurança do Estado (SINSE) estão a ser acusados de terem pressionado médicos para que prestassem falsas declarações contra o líder da UNITA, Adalberto Costa Júnior, no crime de violação de menores.

A informação foi revelada pelo próprio dirigente do maior partido da oposição no país, durante uma entrevista dada em Luanda nesta segunda-feira, 15 de março. Segundo Costa Júnior, há aproximadamente um mês certos médicos de um hospital público foram ao seu encontro.

Esses médicos afirmaram, alegadamente, que estavam a ser pressionados por supostos indivíduos ligados aos órgãos de inteligência para fazerem uma denúncia falsa contra si, acusando-o de violação sexual contra menores.

Nessa entrevista disse ainda que o Presidente da República, João Lourenço, pior do que José Eduardo dos Santos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

STP: MLSTP acredita na vitória nas eleições

STP: MLSTP acredita na vitória nas eleições

O Presidente do Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe/Partido Social Democrata (MLSTP/PSD) Jorge Bom Jesus, acredita numa “vitória”…
STP: Acabou a campanha para as eleições do próximo dia 25

STP: Acabou a campanha para as eleições do próximo dia 25

Terminou esta sexta-feira em São Tomé e Príncipe, a campanha eleitoral para as eleições legislativas, autárquicas e regionais marcada para…
Angola: Remessas dos portugueses no país sobem 37,5%

Angola: Remessas dos portugueses no país sobem 37,5%

As remessas da diáspora portuguesa em Angola aumentaram 37,5% em julho, o que significa 41,3 milhões de euros. Estes são…
Cabo Verde: Dívida pública atingiu 152,5% do PIB

Cabo Verde: Dívida pública atingiu 152,5% do PIB

O Ministério das Finanças de Cabo Verde indica que o ‘stock’ da dívida pública aumentou, até julho, 152,5% do Produto Interno…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin