Angola

Angola: Terminais portuários entregues a multinacionais

João Lourenço

Várias multinacionais estão interessadas na gestão privada do Terminal Multiuso do Porto de Luanda, como a suíça MSC, a Dubai Ports World e a China Merchants Ports. Estes candidatos são três dos dez maiores operadores de terminais de contentores do mundo.

Tal acontece em resposta à política de abertura promovida pelo Presidente da República de Angola, João Lourenço. O objetivo da mesma é atrair para o país algumas das maiores multinacionais no domínio do transporte marítimo.

Atualmente, novos operadores de magnitude mundial apostam no mercado local, 13 anos depois da Maerks. A corrida pelo controlo do Porto de Luanda, que movimenta mais de 50% da totalidade da mercadoria, poderá vir a proporcionar, durante a vigência do contrato, um volume de negócios na ordem de 1.220 milhões de dólares (1.040.150.000 euros).

O ministro dos Transportes, Ricardo Viegas de Abreu, disse em entrevista que a estratégia do Governo visa melhorar a economia angolana, que continua em crise. Esta agravou com a chegada da pandemia da Covid-19, como tem acontecido igualmente a nível mundial com outros países.

A política de privatizações e de concessões torna-se assim na aposta do Executivo de João Lourenço.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo