Angola: Unicef preocupada com as mais de 80 mil crianças congolesas expulsas do país

O Fundo das Nações Unidas para a Criança (Unicef) revelou que foram mais de 80 mil as crianças congolesas expulsas de Angola desde o final de setembro, uma vez que estavam entre os 330 mil congoleses retirados do país devido à “Operação Transparência”, que tem como objetivo o combate ao garimpo de diamantes e à imigração ilegal.

A agência da ONU afirmou ao “VOA Portugal” que essas crianças, muitas das quais viveram a maior parte das suas vidas em Angola, estão a enfrentar situações muito difíceis, ao caminharem sob o mau tempo e terem pouco para comer ou beber, além de se encontrarem expostas a actos de violências.

O porta-voz da Unicef, Christophe Boulierac, partilhou também a preocupação existente sobre possíveis epidemias, derivadas desta situação. “Houve uma crise de desnutrição muito grave em Kasai [província congolesa] e estas crianças estão numa situação muito difícil devido às condições de vida de Angola. Algumas deles sofrem de hipoglicemia. E pode haver um aumento da desnutrição, desnutrição aguda, que torna a criança mais vulnerável a todos os tipos de doenças”, explicou.

Boulierac referiu ainda que as doenças malária, cólera e sarampo são os principais motivos de preocupação, tendo informado igualmente que a Unicef está a tentar encontrar os familiares das crianças que se separaram das suas famílias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola: Moco diz que MPLA receia enfrentar Costa Júnior

Angola: Moco diz que MPLA receia enfrentar Costa Júnior

O ex-primeiro-ministro angolano e militante do MPLA, Marcolino Moco, afirmou que o partido no poder, tal como o líder João…
Moçambique quer fortalecer cooperação com STP na Educação

Moçambique quer fortalecer cooperação com STP na Educação

A Embaixadora de Moçambique em São Tomé e Príncipe, Osvalda Joana, partilhou a vontade do país que representa em reforçar…
Cabo Verde: PAICV quer vencer as seis câmaras municipais de Santiago Norte em 2024

Cabo Verde: PAICV quer vencer as seis câmaras municipais de Santiago Norte em 2024

A presidente da Comissão Política Regional do PAICV em Santiago Norte, Carla Carvalho, afirmou que o “grande desafio” do mandato…
Portugal pondera aumentar número de turmas para crianças ucranianas

Portugal pondera aumentar número de turmas para crianças ucranianas

O ministro da Educação em Portugal, Tiago Brandão Rodrigues, reafirmou nesta sexta-feira, 11 de março, que as escolas portuguesas estão preparadas…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin