Angola: UNITA acusa MPLA de usar meios do Estado para campanhas eleitorais

A UNITA acusou o MPLA, partido no poder, de usar meios do Estado angolano para as suas campanhas em todos os processos eleitorais que têm sido realizados no país. Esta situação viola a Lei Eleitoral, defendeu a maior formação política da oposição.

Assim, a UNITA quer que o MPLA acabe com a prática. “Os candidatos todos vão fazer campanha com os seus meios ou os do seu partido político e não os meios do Estado. É isso mesmo que estamos a propor”, explicou a vice-presidente do Grupo Parlamentar da UNITA, Mihaela Webba.

As declarações foram feitas durante o debate na especialidade da Lei Orgânica das Eleições Gerais, onde foi abordado o artigo referente às campanhas eleitorais. Webba acrescentou que nas últimas eleições gerais de 2017 o MPLA colocou à sua disposição todos os meios do Estado, em detrimento de outras forças políticas concorrentes.

“Esta prática, que viola claramente a Lei Eleitoral, tem de acabar”, exigiu a deputada, que mencionou igualmente o facto de neste momento de pré-campanha eleitoral ser “notória, em todos os cantos da capital, a exposição da propaganda eleitoral do MPLA”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin