Angola

Angola: UNITA apresenta queixa sobre despejo da sede no Lobito

Líder da UNITA, Adalberto Costa Júnior

A UNITA decidiu apresentar uma queixa-crime contra a juíza que determinou o despejo de membros do partido da sede que tinha no Lobito. Esse incidente ocorreu no início de dezembro do ano passado. 

Para a maior formação política da oposição em Angola, este caso trata-se assim de uma ilegalidade da justiça. 

O despejo deveu-se ao facto de um tribunal local ter dado razão aos proprietários do local em que estava instalada a sede, quando os mesmos alegaram falta de pagamento da renda. 

No entanto, a UNITA alegou que comprou o edifício. O líder do partido, Adalberto Costa Júnior, considera “um crime” o desalojamento dsede no Lobito. 

“Os autores vão responder. Nunca fomos notificados”acusou, referindo ainda que “também há uma participação contra a juíza que determinouque está no Conselho Superior da Magistratura Judicial.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo