Angola: UNITA confiante em formar Governo em 2022

A UNITA está focada em mobilizar quadros e a população, em geral, para conseguir alcançar o número suficiente de votos que lhe permitam formar Governo através das eleições gerais. Recorde-se que o evento está marcado para 2022. 

O objetivo do maior partido da oposição em Angola foi partilhado pelo secretário-geral da UNITA, Álvaro Daniel, na altura em que fez um balanço acerca do recente périplo pelo leste e centro sul do país. 

O representante da formação política explicou que o foco não é apenas aumentar o número de deputados na Assembleia Nacional, mas também preparar a estrutura da UNITA para alcançar o controlo do Estado. Outra meta consiste em duplicar o número de deputados nas províncias em que, nas últimas eleições, conseguiu apenas um deputado. 

Álvaro Daniel disse ainda que o sufrágio de 2022 vai ser um “combate político forte”, mas, apesar disso, mostrou-se confiante na vitória da organização política que representa, havendo uma expectativa grande devido à crescente popularidade da UNITA entre o povo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Revista de Imprensa Lusófona de 24 de junho de 2022

Revista de Imprensa Lusófona de 24 de junho de 2022

A “Carta de Moçambique” noticia “Cabo Delgado: Grupo armado ataca aldeia que acolhia centenas de recém deslocados de Ancuabe”. Segundo…
Europol identifica suspeitos de tráfico humano que fugiram da Ucrânia

Europol identifica suspeitos de tráfico humano que fugiram da Ucrânia

A Europol, agência europeia para a cooperação policial, informou nesta quinta-feira, 23 de junho, que identificou nove suspeitos de tráfico…
Cabo Verde: MpD elogia trabalho do Governo de Correia e Silva

Cabo Verde: MpD elogia trabalho do Governo de Correia e Silva

O líder da bancada parlamentar do MpD, João Gomes, realçou nesta quarta-feira, 22 de junho, a “inquestionável” ação dos governos…
Timor-Leste: Ramos-Horta defende maior cooperação na proteção dos mares

Timor-Leste: Ramos-Horta defende maior cooperação na proteção dos mares

O Presidente da República de Timor-Leste, José Ramos-Horta, considera que deve haver um reforço da cooperação regional e mais empenho…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin