Angola: UNITA defende declaração de Estado de Emergência

O Comité Permanente da Comissão Política da UNITA defende que a Situação de Emergência no Sul do país deve ser declarada, devido à seca e às suas consequências. A zona mais afetada por este problema tem sido o Cunene.

A observação foi feita através de um comunicado sobre a quinta reunião ordinária. No documento, o órgão de cúpula do principal partido da oposição em Angola apela então à tomada de medidas de fundo na abordagem do fenómeno da cíclica seca no Sul do país.

É também pedido que sejam tomadas, urgentemente, as “pertinentes medidas” para a reposição do stock de sementes que as populações consumiram devido à fome.

No comunicado é criticado o “agravamento da situação social e económica, cujos indicadores são o aumento da pobreza, generalização de focos de fome e malnutrição nas crianças, quase extinção da classe média, falência de empresas e o aumento do desemprego, sobretudo na juventude”.

Para o Comité Permanente da Comissão Política da UNITA, o plano de recuperação da economia em tempo de Covid-19 “está desajustado das realidades”. As empresas e as famílias têm sido penalizadas tanto pelas restrições impostas pela pandemia, como pelas medidas de política que não concorrem para o empoderamento da classe empresarial, lê-se ainda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin